Sábado, 13 de Julho de 2024
27°

Tempo nublado

Maceió, AL

Senado Federal Senado Federal

Sancionada postergação do Biênio da Primeira Infância

O presidente da República em exercício, Geraldo Alckmin, sancionou sem vetos a lei que posterga o Biênio da Primeira Infância do Brasil. Publicada ...

19/09/2023 às 15h50
Por: Redação Fonte: Agência Senado
Compartilhe:
Entre Renan e Pacheco, Damares, relatora do projeto, apresentou emenda para que o biênio seja estabelecido nos dois anos subsequentes à publicação da nova lei - Foto: Jonas Pereira/Agência Senado
Entre Renan e Pacheco, Damares, relatora do projeto, apresentou emenda para que o biênio seja estabelecido nos dois anos subsequentes à publicação da nova lei - Foto: Jonas Pereira/Agência Senado

O presidente da República em exercício, Geraldo Alckmin, sancionou sem vetos a lei que posterga o Biênio da Primeira Infância do Brasil. Publicada noDiário Oficial da Uniãodesta terça-feira (19), a Lei nº 14.680, de 2023 , deriva do projeto de lei5.213/2020 , da ex-deputada federal Paula Belmonte (DF), que recebeu parecer favorável da relatora, senadora Damares Alves (Republicanos-DF).

Primeira infância é o período que abrange os primeiros seis anos completos (ou 62 meses) de vida da criança, conforme descrito no Marco Legal da Primeira Infância( Lei 13.257, de 2016 ).Pela Lei 13.960, de 2019 , o biênio deveria ter sido celebrado nos anos de 2020 e 2021.

O PL 5.213/2020 originalmente pretendia adiar a instituição do biênio para 2021 e 2022, já que as ações não puderam ser efetivadas no tempo determinado, em virtude da pandemia de covid-19.Como a matéria permaneceu em tramitação em 2023, Damares Alves apresentou emenda — aprovada pelos senadores — para que o biênio seja estabelecido nos dois anos subsequentes à publicação da nova lei.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários